18 de fevereiro de 2018

5 coisas que me fazem pensar.

Hoje acordei nostálgica, não sei bem porquê. Mas a verdade é que acordei pensativa, olho para os meus "bebés" e penso pela 61761ª vez que o tempo voa de uma forma impressionante. Sinto-me ao mesmo tempo a mulher mais feliz do mundo (tenho a melhor família do mundo!), a mais forte, a mais capaz mas também, não raras as vezes me sinto com receios, com medos. Neste momento, e assim de repente estas são as coisas que povoam a minha mente:
  1. Entrada do mais crescido no 1.º ciclo. Serei capaz de tomar a melhor decisão? Vai ou não para o 1.º ano já no próximo ano letivo? E qual a melhor escola para ele?
  2. Será que vou conseguir vagas e ter o prazer de conseguir que os dois irmãos frequentem a mesma escola? Não consigo pensar na hipótese de frequentarem 2 escolas distintas. Gostava mesmo que partilhassem esta aventura juntos mesmo que em anos distintos.
  3. Juros, crédito habitação e nova casa à vista. Será que tomamos (vamos tomar) a melhor opção?
  4. Primeira viagem a dois está a chegar a passos largos (eu e o meu baby mais crescido). E vai-me custar horrores deixar o meu príncipe mais novo e viajar apenas com o mais velho. Por outro lado, sei que o Dinis não iria apreciar esta viagem como certamente irá o Diogo,... mas o meu coração ainda está a processar isto. Parte boa: vão os dois ter uma semana de filhos únicos, um com a mamã e outro com o papá.
  5. Daqui a 15 dias completo 38 anos. Trinta-e-oito, dá para acreditar?!

11 de fevereiro de 2018

Carnaval.


Por cá voltamos a respirar, mesmo a tempo de brincar ao Carnaval. E que bom que é: res-pi-rar! Respirar fundo. Sorrir e acreditar que tudo vai ficar bem.
Quanto ao Carnaval, aqui em casa tivemos dois batman's felizes e cheios de energia. Todos os dias brincam aos super heróis mas nestes dias fazem-no com um gostinho especial. Os meus miúdos estão uns crescidos!

4 de fevereiro de 2018

Mais uns dias em apneia.

Que passe rápido esta fase.

28 de janeiro de 2018

Nó. Desatar um nó.

Ando com um nó na garganta, daqueles grandes. Daqueles que não devia sentir porque não é nada de grave, grave é a falta de saúde. Mas ando com um nó daqueles que não me deixa dormir, nem respirar e este nó faz-me doer o coração. Aguardo ansiosamente que o evento que lhe está associado passe, e corra bem, muito bem (preciso mesmo disso!) e que depois me deixe voltar a respirar que isto de viver em apneia não é bom. 
Preciso de boas energias e de aprender a não sofrer por antecipação.

20 de janeiro de 2018

Onde? Mas onde é que os putos vão buscar energia?

A sério, mas onde é que os miúdos cá de casa vão buscar tanta energia?! Um no auge dos seus 2 anos pensa que manda em tudo, o outro com a sabedoria de 5 anos de vida acha que é tudo como quer e não tem dúvidas de nada. 
Os dois juntos são um furacão. Brincadeiras sentados? O que é isso?! Filmes ou desenhos na televisão? Uma miragem! Leitura de livros em silêncio? Um sonho. Por aqui, giro é brincar às corridas, aos piratas, às tendas e cabanas com mantas e almofadas, e com muito, muito barulho que estar em silêncio é uma chatice e não tem graça!! 

Oh que saudades de tardes no sofá, eu, o silêncio e as minhas séries. 

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016