25 de junho de 2017

Viajar com crianças. Paris. Dia 2.

Acordamos cedo, e pelas 09:30h já estávamos a sair para explorar a cidade. Era domingo decidimos apanhar o metro e ir explorar a zona de Pigalle, a rua Lepic e o Moulin Rouge. O facto de irmos de metro (algo nada habitual para eles) deixou os miúdos entusiasmados (entusiasmo esse que, naturalmente, foi passando ao longo dos dias). 


Já em Pigalle percorremos a zona a pé e fomos tomar o pequeno almoço ao “Cafe des Deux Moulins”, o conhecido café cenário do filme "O Fabuloso Destino de Amelie Poulain”. Bem que podíamos só ter entrado para satisfazer a minha curiosidade e tirar umas fotos mas resolvemos sentar-nos e 2 simples cafés custaram-nos a módica quantia de 10€! 



De seguida, resolvemos subir a pé até Montmartre, conhecer a basílica Sacré-Coeur e apreciar as deslumbrantes vistas sobre Paris. Aqui passamos a manhã e os miúdos brincaram e correram pelos jardins. Limparam o chão e saíram daqui bem sujinhos mais uma vez (é impressionante o lixo que encontram e tentam apanhar do chão!).




Bem, mas já durante a tarde, fomos até à imponente avenida dos Champs-Élysées mesmo no coração de Paris. Almoçamos e de seguida, fomos visitar o Arco do Triunfo e apreciar as vistas sobre Paris desde o seu topo. Aí, pela primeira vez os miúdos viram a torre Eiffeil (mesmo ao longe) e deliciaram-se com a sua imponência (ao contrário da subida à Torre Eiffeil os menores de 18 anos não pagam para subir ao Arco). Além disso, como estávamos com duas crianças pequenas deixaram-nos subir de elevador. Vale a pena a subida (12€ por adulto) pois é magnifica a vista sobre Paris. É impressionante ver a imponência da Torre Eiffeil sobre a cidade, os Champs-Élysées, as imensas avenidas e monumentos. 





Já ia longa a tarde, e os príncipes estavam estafados. Sendo assim, fomos até ao apartamento descansar (eles dormiram um belo sono, que os deixou novamente bem dispostos). Depois ao final do dia voltamos a sair, desta vez para jantar e conhecer a zona onde ficamos alojados: perto da Catedral de Notre Dame e centro Centro Georges Pompidou. Fomos a pé, os príncipes correram e correram e, depois jantamos num belo restaurante... francês... italiano! :) Estes dias sem horários são ouro!







15 comentários:

  1. Estou a adorar ler os teus relatos. Raramente comento, mas desta vez tinha que comentar. Temos filhos com idades aproximadas e tal como tu vou a Paris este ano, em Agosto. É a primeira vez que vão viajar de avião. Beijinhos de uma seguidora de Guimarães.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá narcy. Vai ser muito cansativo prepara-te mas é tão bom viajar com eles! Vai aparecendo por aqui e qq coisa dispõe. Beijinhos :)

      Eliminar
    2. A propósito da viagem, ocorreu-me uma questão: como fizeste com as sestas. O mais velho (4anos) já vai aguentando sem sesta, mas a pequena (2anos) ainda precisa e muito. Eu tb não tenciono levar carrinhos de passeio porque eles adoram andar a pé. Obrigada. Bjs

      Eliminar
    3. Olá narcy. Todos os dias pelas 15h íamos para o apartamento onde estávamos alojados e dormíamos todos a sesta! Todos. :) :) Saiamos depois pelas 18h já todos frescos e fofos.
      Por cá ainda dormem os dois a sesta e se não dormem ficam muito chatinhos. :)

      Eliminar
  2. Imagino o cansaço e o encantamento :) ainda não me atrevi a este tipo de aventura com a minha filha mas é um dos planos futuros :)

    ResponderEliminar
  3. Mas que maravilha de cidade... passeio bom!

    ResponderEliminar
  4. Nunca fui a Paris com os miúdos. Nem imagino como seria. Pensando bem... Mentira! Fui com o mais velho, numa viagem, em que Paris foi paragem intermédia. Visitámos a Torre Eiffel somente. Mas ficou sempre na sua memória. Hoje com 11 anos ainda se alegra de atravessar a cidade das luzes nas várias viagens que fazemos ao ano. Para os pais, a emoção é a do trânsito :-) Construir memórias (boas) é do melhor que podemos oferecer aos nossos filhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida... construir memórias... dar-lhes a conhecer o "mundo" é tão mas tão bom.... :) beijinhos para vocês.

      Eliminar
  5. Eu e ele fomos a Paris ainda éramos uma família a dois. Um dia quem sabe, haveremos de nos aventurar numa viagem destas!

    ResponderEliminar
  6. Obrigada �� Por cá igual. Se não dormirem ficam impossíveis, mas o mais velho talvez aguentasse um pouco melhor. Beijinhos

    ResponderEliminar

Design, coding and theme by Ana Garcês.
Três Quartos de Tudo © 2014-2016